09
Abr 10

Ouvir música do Commodore 64 no Linux


Para quem é dos anos 80 e ainda se lembra do computador Commodore 64 existem várias opções lúdicas para a lembrança saudosa dos bons velhos tempos, ou para os mais novos, para ver como é que era.

Existe um excelente emulador do C64 (e outros modelos da mesma família), o Vice, para correr programas e jogos do C64, mas não é deste emulador que quero falar aqui.

A principal característica que me ficou a mim a muitos outros do Commodore 64, foi sem duvida o som.

Existem jogos do C64 que toda a gente comprava na altura, não pelo jogo em si, mas simplesmente para puder ouvir as belas melodias!

O chip de som do Commodore 64, chamado "MOS Technology 6581/8580 SID", ou simplesmente SID, um chip que simplesmente soa "diferente" e é o que basicamente destinge o C64 de outros computadores da época. SID significa também o tipo de música feita pelo Commodore 64.

Ainda hoje em dia existe uma comunidade em torno da criação de música SID e da sua particular sonoridade com cada vez mais aficionados.


No Linux existem alguns programas que podem tocar música SID, sendo o melhor na minha opinião o interface gŕafico do "sidplay", chamado Xsidplay.

 

 

Outras opções incluem a linha de comandos (sidplay), um "plugin" para o reprodutor de média xmms, chamado xmms-sidplay ou um "plugin" para o reprodutor "Totem" e possivelmente outros programas.

 

Os ficheiros de música SID são muito pequenos, em média 1 ou 2kb, e uma coleção com milhares deles pode ser encontrada aqui em formato zip ou aqui selecionados por jogo.

 

 

 

Outras alternativas para escutar musica SID sem grandes problemas poderá ser rádios da internet. existem pelo menos três, tocando 24/7:


C64.COM - que só toca SIDs do Commodore 64.

KOHINA.COM - que toca SIDs e musicas de outras máquinas de 8/16bits antigas (Amiga, Atari, megadrive, etc).

Outra alternativa, já náo tão fiel ao som original do Commodore é a SLAYRADIO que toca basicamente "remakes" de musicas do C64 feitas com instrumentos/computadores atuais.

Qualquer das rádios podem ser ouvidas na vossa aplicação multimédia favorita.

 

 

Ao pessoal mais novo que se sentir tentado a experimentar ouvir música SID e perguntar "kede a música?", a música é aquilo que estão a ouvir mesmo, zumbidos e ruídos estranhos.. Não é bela? ...





e ainda...

Para quem quiser e perceber de música, samples e afins, e principalmente de fazer música com um tipo de programas chamado "trackers" é possível escrever música para o Commodore 64 com um software chamado "GoatTracker". Procurem nos vossos repositórios.

Cheers!


publicado por Adelino às 19:56 | favorito

XMAME - jogos do café da esquina no Linux


O xmame é um emulador das máquinas de arcade que toda a gente em alguma altura jogou nos salões de jogos ou lá no café da esquina com a cervejinha em cima da máquina e o fumo do tabaco sempre no ar... raios partam a ASAE!!!

A versão original do programa foi criado em 1997 por Nicola Salmoria com o nome de "mame" e é código aberto, tendo evoluido para suportar mais jogos e tendo sido criadas versões para várias plantaformas diferentes.

A versão para Linux chama-se xmame e é um programa da linha de comandos.

O programa em si não inclui os jogos, vulgarmente chamados "roms", já que ainda existe o debate sobre se será legal ou não usar estas "roms" sem a devida licença do fabricante da máquina original. Em todo o caso é sempre possível usar as roms para estudo, coleção ou qualquer outro objectivo cientifico, incluindo claro está, jogar!

Se utiliza uma distribuição genérica do Linux, quase de certeza que o seu repositório inclui o xmame.

Como não é muito agradável cada vez que quer jogar um jogo ter que estar a escrever numa linha de comandos, existe também o gxmame, um interface gráfico para o programa anterior.

Poderá ou não estar disponível no seu repositório, se não estiver pode ser descarregado do site oficial.

No Gnome, o programa gxmame aparecerá no menu em jogos. na primeira execução o programa precisa construir a lista de jogos.

OS jogos para o xmame estão aqui, são ficheiros ZIP para o mame, a versão DOS, mas correm perfeitamente. Decerto facilmente encontrará todos os seus jogos favoritos do café da esquina!

Na minha opinião, o aconselhável é criar uma pasta no seu diretório pessoal chamada "roms" por exemplo e mover os zip's que descarregou para lá.

 

 

 

Depois, no programa gxmame, deverá ir a "option" > "directories" > "xmame basic paths" clicar em browse no "ROMs paths" escolhendo a pasta onde estão as roms.

depois, voltando ao ecrã principal clique em "file" > "audit all games" para o programa verificar se as roms estão corretas. Findo este processo, já é possível jogar os jogos disponíveis clicando no nome deles no ecrã principal.


Indo a "option" > "default options" > "rendering" é possivel jogar em ecrã inteiro escolhendo "fullscreen". se não funcionar, no mesmo menu, em "Video Mode" a opção Xvideo ou GLvideo podem dar bons resultados para jogar em ecrã inteiro, depende do seu hardware.

De notar que o modo de ecrã inteiro os jogos podem não ser muito compatíveis com o "compiz", os famosos efeitos 3D no Desktop do Linux.

 

 

após inicial um jogo no menu, as teclas são:

5 meter moeda para jogador 1 -exatamente como nas máquinas!

1 para iniciar jogo

teclas cursores para mover e as teclas Ctrl e Alt esquerdas como botões 1 e 2 (disparar, etc), mas é sempre possivel usar um joystick ou gamepad.

É possível configurar muitos aspectos do jogo em si clicando na tecla "Tab" no interior do jogo que leva ao menu de configuração do próprio xmame.


Outra coisa porreira para quem acha que ter "créditos" de borla é pouco, é que se pode usar "batotas" nos jogos dos mais variados estilos, descarregando o ficheiro das batotas aqui, extrair do zip e colocar o ficheiro *.dat na pasta pessoal. As instruções do site são para o windows, não para Linux.

depois no gxmame no menu "options" > "default options" > "miscellaneous" activar o "enable game cheats".

e depois em "options" > "directories" > "xmame additional paths" > "cheat file" escolher o ficheiro que descarregou.

depois durante um jogo basta clicar na tecla Tab e escolher do menu "cheats" para ver as batotas disponiveis para o jogo em questão.

 

 

 

Espero ter ajudado.

 

 

E nada melhor do que estar a jogar um belo Final Fight a beber uma jola fresca e a fumar um cigarrito, como nos bons velhos tempos, no café da esquina!

publicado por Adelino às 14:44 | favorito
09
Abr 10

Jogos no Linux

Na realidade ao contrário do que dizem, o Linux têm belos jogos *gratuitos* a espera de serem descobertos.


Pode não ter o ultimo jogo 3D do mercado todo XPTO que custa 50€ e que o utilizador se vai fartar numa semana, mas hoje em dia existem tantos jogos gratuitos de grande qualidade, que é impossível sequer pensar em gastar seja o que for num qualquer jogo pago.

É mesmo possível jogar muitos jogos do windows no Linux através de um programa emulador chamado Wine, por vezes com melhor desempenho que teria no windows, já que o Linux consome menos recursos do computador. Não sou muito adepto de jogos porque não tenho grande pachorra, mas joguei alguns emulados com o Wine, como o HalfLife.

Neste site existe uma longa lista de compatibilidade de jogos e programas do wine.



Alguns jogos para Linux, todos gratuitos, estes aqui são baseados nos meus gostos pessoais::



*Oolite

 

- Para quem tem mais de 30 anos e se lembra do jogo "Elite" no ZX Spectrum ou noutro computador dos anos 80, pois é, este é um remake muito bem feito com montes de addons disponíveis para download para personalizar o universo.

*Eternal Lands



- um excelente jogo 3D de aventuras online, gratuito, onde devemos construir e fazer crescer um personagem. Começando por baixo é preciso aprender a fazer roupa com peles de animais que matamos , apanhar flores, recolher minérios, tudo coisas que podemos vender ou usar para criar poções e objectos. ou pode-se comprar tudo já feito se tiver dinheiro. Ler livros para ganhar conhecimento e associar-se a uma das várias religióes disponíveis tambem dá bons resultados. E claro muita luta e porrada com monstros e bichos, trocas e vendas com outros jogadores, belos cenários 3D, chat, clãs, etc! tudo sempre a ser actualizado com coisas novas, pelo que o jogo não tem fim. um excelente MMORPG (massively multiplayer online role playing game).

*Xmame

 

- Não é um jogo em si mas um programa para correr jogos. Com a versão deste  emulador para Linux é possível jogar milhares de jogos que jogávamos nos salões de jogos nos anos 80 e 90, ai tanta moedinha gasta...
Para jogar, para alem do emulador, é preciso ter as "roms" dos jogos, ficheiros que contêm a imagem do hardware da máquina, que podem ser encontrados aqui. O xmame é um programa de linha de comandos pelo que é conveniente instalar o gxmame um interface gráfico para o mesmo. um exemplo simples da configuração do gxmame está aqui.

*Cube 2/Nexuiz

Cube 2

 

- jogos do estilo do Doom/quake com bons gráficos e muitos níveis, e claro a opção de jogar online.
(Doom I, II III & Quake I, II, III. Para os aficionados dos bons velhos tempos, é possível jogar estes famosos jogos no Linux, mas é preciso ter o CD original dos mesmos. O meu remake favorito do Doom original para Linux é o Doom Legacy).

*Scorched 3D

 

- Um remake do jogo do DOS Scorched Earth, mas a 3D, onde o objectivo é destruir os tanques inimigos, utilizando para tal dezenas de armas diferentes,

até bombas atômicas Muita perícia e estratégia será necessária, já que existem milhentas de opções.

*Battle For Wesnoth

 

- Um jogo de fantasia/estratégia simples mas com bons gráficos e uma boa interatividade, que não sei porque faz-me lembrar o "Warlords 2" do DOS. Grande jogo.

*TuxRacer

 

- O tuxracer foi dos primeiros jogos 3D que joguei no Linux, algures em 2002(?). Controlamos o pinguim Tux e temos que descer uma colina deslizando sobre a neve apanhando todos os peixes no percurso antes do limite do tempo. Um bom jogo para as crianças já que é simples, mas bem simpático.

*Torcs

 

- "The open racing car simulator", simulador de carros de corrida 3D, pois é isso mesmo!

*FlightGear

 

- um simulador de vôo 3D bastante complexo e com muito bom aspecto.

*Xmoto

 

- um viciante jogo de plataformas baseado em leis da física do mundo real onde conduzimos uma moto e temos que apanhar maçãs.. com dezenas de níveis disponíveis é preciso uma paciência de Jó, porque alguns níveis são mesmo de partir a cabeça toda..

 

 

 

 

Existem muitos outros jogos interessantes como o SuperTux, pseudo-clone do "super-mario"  ou o America's Army, usado como simulador pelo exercito americano, entre muitos outros.
E emuladores para as todo o tipo de consolas e computadores, Commodore Amiga, DOS, Nintendo, Super-nintendo, Megadrive, etc

E até outras coisas menos conhecidas como o freesci que permite jogar algumas das famosas aventuras da Sierra no Linux, quem não se lembra do King Quest, Police Quest, Larry.. pois é
(vão lá buscar as vossas disquetes antigas - é preciso ter o jogo original).


O mais provável é que já possua todos estes jogos e emuladores ou quase todos no repositório da sua distribuição Linux, portanto, é só escolher.

 

... e realmente tem muito mais piada jogar jogos no Linux do que no "outro" ...

publicado por Adelino às 11:24 | favorito